Conheça as tropas de elite ao redor do mundo

Conheça as tropas de elite mais respeitadas em todo o mundo, desde a SWAT nos Estados Unidos até a OMON na Rússia. Descubra suas missões, treinamentos e equipamentos em nossa lista das tropas de elite mais impressionantes.

BOPE (BATALHÃO DE OPERAÇÕES POLICIAIS ESPECIAIS) – Brasil

Conheça as tropas de elite ao redor do mundo

O curso de formação do BOPE (Batalhão de Operações Policiais Especiais) é um dos mais rigorosos e intensos do mundo. O BOPE é uma unidade especializada da Polícia Militar do Estado do Rio de Janeiro, no Brasil, criado em 19 de junho de 1978.

O treinamento do BOPE é dividido em várias etapas, com duração total de cerca de 8 meses. O curso começa com uma fase de seleção, na qual os candidatos passam por uma série de testes físicos e psicológicos. Aqueles que passam por essa primeira fase passam por um período de treinamento básico, que inclui treinamento de tiro, técnicas de combate e técnicas de sobrevivência.

Depois disso, os candidatos são submetidos a um treinamento avançado, que inclui ações táticas em ambientes urbanos, técnicas de infiltração, tiro de precisão e outros treinamentos específicos para as atividades do BOPE.

O treinamento do BOPE é conhecido por ser muito exigente e intenso, com uma taxa de desistência bastante alta. A formação é realizada na sede do batalhão, localizado no Rio de Janeiro, e os treinamentos são conduzidos por instrutores altamente capacitados.

Após a conclusão do curso de formação, os policiais do BOPE estão aptos a realizar operações especiais de alto risco, como resgates de reféns, combate ao crime organizado, operações em favelas, entre outras.

GATE (GRUPO DE AÇÕES TÁTICAS ESPECIAIS) – Brasil

Conheça as tropas de elite ao redor do mundo

O Grupo de Ações Táticas Especiais (GATE) é uma unidade especializada da Polícia Militar do Estado de São Paulo, criada em 1989. A criação do GATE foi motivada pela necessidade de atuação em situações críticas que exigem habilidades técnicas e táticas especiais, como casos de sequestro, extorsão mediante sequestro, bombas, artefatos explosivos improvisados, entre outros.

Os policiais que desejam integrar o GATE passam por um processo seletivo rigoroso, que inclui teste físico, avaliação psicológica, investigação social, entrevistas e outras avaliações. Após a seleção, os candidatos passam por um curso de formação com duração de seis meses, que inclui treinamentos teóricos e práticos em áreas como técnicas de infiltração, tiro, negociação, resgate de reféns, operações táticas com explosivos, entre outras.

Durante o treinamento, os policiais são submetidos a situações simuladas de alta complexidade, que exigem rapidez, precisão e tomada de decisão sob pressão. Os instrutores do GATE são policiais experientes, que possuem conhecimento teórico e prático em diversas áreas do conhecimento, como explosivos, armamento, táticas policiais, negociação, entre outras.

Veja também  7 coisas que os casais devem parar de fazer no Facebook

Após a conclusão do curso de formação, os policiais do GATE estão aptos a atuar em diversas situações de crise, sendo considerados uma das principais unidades de elite do país em ações táticas. Além disso, os membros do GATE são frequentemente convidados a participar de cursos e treinamentos internacionais, o que permite a troca de conhecimentos e aprimoramento constante das técnicas e táticas utilizadas pela unidade.

GIGN (GRUPO DE INTERVENÇÃO DA GUARDA NACIONAL) – França

Conheça as tropas de elite ao redor do mundo

A GIGN (Grupo de Intervenção da Guarda Nacional) é uma unidade de elite da polícia francesa criada em 1973. Seu objetivo principal é lidar com situações de crise que envolvam reféns, resgates de alta periculosidade e outras operações de segurança nacional.

A GIGN é composta por oficiais da Gendarmerie Nationale, que é uma divisão militar da polícia francesa, e é sediada na região de Versalhes, na França. Seus membros são altamente treinados e especializados em diversas áreas, como tiro de precisão, assalto tático, explosivos, combate corpo a corpo, resgate em locais de difícil acesso, entre outros.

O processo de seleção para ingressar na GIGN é extremamente rigoroso e inclui testes físicos, psicológicos e treinamento especializado. Aqueles que passam pelo processo de seleção são enviados para um curso de treinamento que dura cerca de 14 meses, onde são submetidos a simulações de situações de crise e aprendem as táticas e técnicas necessárias para lidar com essas situações.

Durante sua história, a GIGN já realizou diversas operações de destaque, como o resgate de reféns no aeroporto de Marignane em 1994 e a libertação de passageiros de um avião da Air France sequestrado em 1994. A unidade também tem participado ativamente em missões internacionais de segurança, como a luta contra o terrorismo no Oriente Médio e na África.

GSG9 (GRUPO 9) – Alemanha

Conheça as tropas de elite ao redor do mundo

O GSG9 é uma unidade de elite alemã especializada em operações antiterrorismo, resgate de reféns e combate ao crime organizado. A sigla “GSG9” significa “Grenzschutzgruppe 9” em alemão, que se traduz como “Grupo de Proteção de Fronteira 9”.

A unidade foi criada em 1972 após o trágico sequestro de atletas israelenses pelos terroristas palestinos nos Jogos Olímpicos de Munique de 1972. O governo alemão percebeu a necessidade de uma unidade altamente treinada e equipada para lidar com ameaças terroristas e outras situações críticas.

Veja também  Os maiores erros que os casais cometeram após o casamento

Desde sua criação, o GSG9 tornou-se uma das unidades antiterrorismo mais bem treinadas e respeitadas do mundo. Os membros do GSG9 são altamente treinados em combate corpo a corpo, armamento e táticas de entrada e resgate, além de serem especialistas em desarmamento de explosivos e técnicas de negociação.

Para se tornar um membro do GSG9, é necessário ter pelo menos dois anos de experiência em operações policiais ou militares, além de passar por um rigoroso processo de seleção e treinamento que pode levar até um ano. Durante o treinamento, os candidatos são submetidos a condições extremas para testar sua resistência física e mental, além de serem treinados em habilidades específicas como sniper, mergulho, e combate em ambiente urbano.

O GSG9 é conhecido por sua atuação em diversas missões bem-sucedidas, como a libertação de reféns em um avião da Lufthansa em 1977, a libertação de reféns na embaixada alemã em Mogadíscio em 1977, e a neutralização de terroristas em uma discoteca em Berlim em 1986.

O GSG9 também coopera regularmente com outras unidades antiterrorismo de todo o mundo, incluindo o FBI dos Estados Unidos, a SAS do Reino Unido e a RAID da França, em missões conjuntas de combate ao terrorismo e resgate de reféns.

SWAT (ARMAS E TÁTICAS ESPECIAIS) – Estados Unidos

Conheça as tropas de elite ao redor do mundo

A SWAT (Special Weapons And Tactics) é uma unidade especial de polícia que foi criada na década de 1960 nos Estados Unidos. Ela foi formada como uma resposta à crescente violência urbana, criminalidade e terrorismo que o país estava enfrentando na época.

A SWAT é composta por oficiais altamente treinados e equipados com armas e equipamentos especializados, com o objetivo de realizar operações táticas em situações de alto risco, como reféns, terrorismo, tiroteios em massa, entre outras situações em que a segurança pública está em risco.

Os membros da SWAT passam por um treinamento rigoroso e extenso, que inclui táticas de entrada e invasão, negociação, controle de multidões, combate corpo-a-corpo e uso de armas especiais, como rifles de precisão e granadas de gás.

As equipes SWAT geralmente operam em grandes cidades ou áreas metropolitanas, mas também podem ser acionadas em situações de crise em áreas rurais ou de fronteira. Embora a SWAT tenha sido inicialmente formada apenas nos Estados Unidos, atualmente ela existe em vários outros países, muitas vezes sob diferentes nomes, mas com objetivos semelhantes.

LE RAID (PESQUISA, ASSISTÊNCIA, INTERVENÇÃO E DISSUASÃO) – França

O Le RAID é uma unidade de elite da polícia francesa especializada em combate ao terrorismo e crime organizado. Foi criada em 1985 como uma resposta ao ataque da organização terrorista Hezbollah ao avião da Air France em 1983. A unidade tem como objetivo principal realizar operações antiterrorismo em território francês e em outros países, sempre que necessário.

Veja também  5 Celebridades que se tornaram políticos

O treinamento dos membros do Le RAID é rigoroso e extremamente exigente. O processo seletivo envolve testes físicos, psicológicos e de habilidade em armas. Os candidatos selecionados passam por um treinamento que dura cerca de 18 meses, que inclui técnicas de combate corpo a corpo, tiro, táticas de entrada em ambientes fechados e treinamento em situações de reféns.

O Le RAID é composto por cerca de 300 membros altamente treinados e equipados com armas de última geração e tecnologia de ponta, incluindo drones, veículos blindados e equipamentos de comunicação avançados. A unidade é altamente respeitada na Europa e em todo o mundo por sua eficácia e profissionalismo no combate ao terrorismo e crime organizado.

Em geral, as operações do Le RAID são realizadas em sigilo e com grande precisão, com o objetivo de minimizar o risco para a população e os agentes envolvidos. A unidade trabalha em estreita colaboração com outras forças de segurança, incluindo a polícia nacional francesa, a Gendarmerie e a inteligência francesa.

OMON (GRUPO DE OPERAÇÕES ESPECIAIS DA POLÍCIA) – Rússia

A OMON (Otryad Militsii Osobogo Naznacheniya) é uma unidade de forças especiais da polícia russa criada em 1988 durante a era soviética. A unidade é conhecida por sua natureza altamente treinada e por suas habilidades em lidar com situações de crise, como motins, distúrbios civis e antiterrorismo.

A OMON é composta por policiais altamente treinados e equipados com equipamentos de proteção, armas de fogo, granadas de gás, equipamentos de comunicação e outros equipamentos especializados. Eles são frequentemente empregados para lidar com situações de crise em todo o país, incluindo as regiões da Chechênia e Dagestão.

A unidade é responsável por manter a ordem pública, proteger as fronteiras e prevenir o terrorismo. Seus membros são recrutados entre os policiais de elite russos e são submetidos a um treinamento rigoroso e extenso antes de serem selecionados para a OMON.

O treinamento da OMON é considerado um dos mais difíceis e exigentes do mundo, incluindo treinamento em táticas de assalto, combate corpo a corpo, uso de armas de fogo, técnicas de sobrevivência e outros assuntos relacionados. Os membros da OMON são frequentemente chamados a trabalhar em situações de alto risco e são conhecidos por sua habilidade em lidar com situações de crise com calma e eficiência.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *